terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Aula de Direito do BOPE



Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em frente a uma viatura do BOPE.

Policial:
- Boa tarde. Documento do carro e habilitação. 

Advogado: - Mas por que, policial?
Policial:
- Não parou no sinal de PARE, ali atrás. 

Advogado: - Eu diminui e como não vinha ninguém... 
Policial: - Exato... Documento do carro e habilitação. 
Advogado: - Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar? 
Policial: - A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se parar completamente. Documento e habilitação. 
Advogado: - Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial:
- Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado? 


O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra tudo quanto é lado, tapa, botinada...

O advogado grita por socorro, e implora para pararem.


E o policial pergunta:
- Quer que a gente PARE ou DIMINUA? 

Advogado: - PARE!...PARE!...PARE!... 
Policial: - Positivo... Documento e habilitação!

Patolada


Vai comer agora ou quer que embrulhe para viagem ???

Viagem ou viajem? 

 

É comum termos essa dúvida! Sempre quando vamos escrever ficamos na incógnita: escrevo com “g” ou com “j”?

Vamos esclarecer esse problema de uma vez por todas! Observe:

a) A viagem que você irá fazer demora bastante, não é mesmo?

b) É provável que você viaje hoje, não é?

Qual a diferença entre essas orações acima, além das grafias viajem e viagem?

Na primeira, viagem é um substantivo que faz parte do sujeito. Já na segunda, é um verbo do sujeito “você”.

Assim, toda vez que viagem for um substantivo e indicar o ato de viajar, deverá ser escrito com “g”.

Quando for a flexão do verbo viajar na terceira pessoa do plural do presente do subjuntivo, virá com “j”: que eles viajem o mais breve possível, pois o trânsito já está começando a ficar ruim.

Veja outros exemplos:

Vocês fizeram boa viagem?
Não é bom que vocês viajem com chuva.
Eu viajei para Espírito Santo e foi ótimo!
A viagem para Espírito Santo foi ótima!
É praticamente certeza que a minha viagem será adiada!

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Cinto do Magaiver


É a ultima moda na Engenharia

Mulheque dos infernos


Esse ai deve ser o Joãozinho Japonês ...

Gordelicia


Gordo só faz gordice ...

Canhões no Complexo do Alemão


Os traficantes do Complexo do Alemão estão usando canhões para espantar a policia do morro ...

Movido a Bio-combustivel


Esse sim é um modo de transporte econômico e ecologicamente correto ...

Comida Maluca


Deve ser coisa de Japonês ...

Depois dos 4.0


video

Ficar velho é uma merda

Bom, ruim e terrivel

BOM: Sua esposa está grávida.
RUIM: São trigêmeos.
TERRÍVEL: Você fez vasectomia ano passado e não contou pra ninguém.

BOM: Sua esposa não fala mais com você.
RUIM: Ela quer o divórcio.
TERRÍVEL: Ela é advogada.

BOM: Seu filho passou da puberdade.
RUIM: Ele está envolvido com a vizinha da frente.
TERRÍVEL: Você também está.

BOM: Seu marido entende de moda feminina.
RUIM: Usa a sua roupa.
TERRÍVEL: Fica melhor nele que em você.

BOM: Você decide dar aula de educação sexual para a sua filha.
RUIM: Ela te interrompe várias vezes.
TERRÍVEL: Corrigindo você.

BOM: Sua filha arranjou seu primeiro emprego.
RUIM: De prostituta.
TERRÍVEL: Seus colegas do futebol e do trabalho estão todos ficando clientes dela.
MAIS TERRÍVEL AINDA: Ela está ganhando 10 vezes mais que você e disse que vai reformar a casa.

BOM: Você arranjou uma gata quente para bater papo via CHAT…
RUIM: não aguentando mais, você resolve se revelar. Ela responde que te conhece e que não vai dar para continuar porque você não passa de um canalha, e vai contar tudo para a sua mulher!
TERRÍVEL: É a sua sogra.